Este blog é uma reunião de textos exclusivamente autorais. Para conhecer mais de mim, dividir sons e sabores poéticos, musicais, cinematográficos, e tantos outros cheiros mais além dos meus, venha tomar um expresso esparramado nas almofadas fofas do meu outro blog, o Abundante-mente. Te espero lá com as velas acesas.

13 de abril de 2010

Saudade é afago no fundo do peito,
cheirando à retrato retido na fonte.

Sylvia Araujo

2 comentários:

Elis disse...

Renato Russo me ensinou que saudade é só mágoa, por ter sido feito tanto estrago. Acredito nisso até hoje!
Abraço
Elis.

J.R. Lima disse...

aos olhos cansados
de tanto querer ver
lembrança
e esperança
já não bastam
__________________

em: http://ecosdiversos.blogspot.com/2007/06/aos-olhos-cansados-de-tanto-querer-ver_25.html