Este blog é uma reunião de textos exclusivamente autorais. Para conhecer mais de mim, dividir sons e sabores poéticos, musicais, cinematográficos, e tantos outros cheiros mais além dos meus, venha tomar um expresso esparramado nas almofadas fofas do meu outro blog, o Abundante-mente. Te espero lá com as velas acesas.

26 de fevereiro de 2010

Fechou os olhos como se o mundo acabasse amanhã. E quando abriu foi tanta vida, mas tanta vida, que fechou de novo com medo de morrer.
Sylvia Araujo

3 comentários:

HNETO disse...

De olhos fechados
o mundo se
descortina.

Almeida Lucius ™/ Ulisses Reis ® disse...

Sonhara e sonhar, mesmo de olhos fechado, beijos !!!

Guerrilheiro das Palavras disse...

Tava com medo de viver essa pessoa.