Este blog é uma reunião de textos exclusivamente autorais. Para conhecer mais de mim, dividir sons e sabores poéticos, musicais, cinematográficos, e tantos outros cheiros mais além dos meus, venha tomar um expresso esparramado nas almofadas fofas do meu outro blog, o Abundante-mente. Te espero lá com as velas acesas.

22 de janeiro de 2010

Apreço

Quando as ideias escapolem às palavras,
Emudeço.
Recém inauguro um mundo seguro,
Sem tropeços traduzíveis.
As topadas que dou hoje
Não têm letras.
Nem som - nem cor -
Nem tampouco textura de dor.
Elas têm é cheiro de além -
Além-mar-azul-bem-doce-tenro,
Sem frase feitas ou efeitos crus.
Quando as palavras escapolem às ideias,
Não mais pereço.
Vivencio o apreço de estar enfim
Em mim.

Sylvia Araujo

Um comentário:

Rodrigo Gonzatto disse...

Gostei da apropação total do seu sistema de "tags", no blog todo. Códigos...